Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Doidona por ti

Sou apaixonada Sou mãe galinha de 4 lindos pintainhos Adoro Música Adoro ler E gosto de escrever umas coisas e por isso criei este meu cantinho de desabafos!

Doidona por ti

Sou apaixonada Sou mãe galinha de 4 lindos pintainhos Adoro Música Adoro ler E gosto de escrever umas coisas e por isso criei este meu cantinho de desabafos!

Outono

 

 

Outono... lá regressa o tempo mais fresco o que para mim é um desatino, sou uma amante do Verão, adoro calor, adoro as cores do Verão, os cheiros, os sabores, andar de chinelos ou sandálias, vestir roupas leves...

 

É certo que o Outono também tem cores lindissimas, e um cheiro que eu adoro... castanhas assadas...hummm é uma delicia ir na rua e sentir aquele cheiro, faz-me lembrar quando era miuda, acho que a unica diferença agora é que já não vêm embrulhadas nas páginas amarelas {#emotions_dlg.happy}

 

Mas francamente, o frio, não consigo gostar, ter que andar vestida até aos dentes, até hoje o unico sitio onde gostei de estar com tempo frio, mas frio a valer, foi em Paris, pois as casas têm condições para as pessoas não terem frio, depois nas ruas apesar de frio basta uma roupa leve com um bom agasalho e vai-se a todo o lado, achei isso simplesmente fabuloso, ora aqui nem por isso é assim, as nossas casas não têm aquecimento central, pois é imcomportavel financeiramente, e pela crise que vai, por exemplo aqui no meu trabalho nem querem ligar o aquecimento para não gastarem muito...um dia destes venho trabalhar de manta {#emotions_dlg.happy}

 

 

 

 

Não posso...

 Imagem retirada da Internet

 

NÃO POSSO ADIAR O AMOR PARA OUTRO SÉCULO

Não posso adiar o amor para outro século
não posso
ainda que o grito sufoque na garganta
ainda que o ódio estale e crepite e arda
sob as montanhas cinzentas
e montanhas cinzentas

Não posso adiar este abraço
que é uma arma de dois gumes amor e ódio
Não posso adiar
ainda que a noite pese séculos sobre as costas
e a aurora indecisa demore
não posso adiar para outro século a minha vida
nem o meu amor
nem o meu grito de libertação
Não posso adiar o coração.

(António Ramos Rosa)




Mensagem de Amor

 

Antes de amar-te, amor, nada era meu

Vacilei pelas ruas e as coisas:

Nada contava nem tinha nome:

O mundo era do ar que esperava.

E conheci salões cinzentos,

Túneis habitados pela lua,

Hangares cruéis que se despediam,

Perguntas que insistiam na areia.

Tudo estava vazio, morto e mudo,

Caído, abandonado e decaído,

Tudo era inalienavelmente alheio,

Tudo era dos outros e de ninguém,

Até que tua beleza e tua pobreza

De dádivas encheram o outono.

(Pablo Neruda)

Diário da tua viagem #Dia 2#

Pois é de vez em quando lá tenho que ficar uns dias ou meses sem ti ao meu lado fisicamente, custa sempre, pois o teu cheiro, o teu abraço, o teu beijo me fazem falta...

Desta vez não é tanto tempo como no inicio do ano!

O pequeno acho que foi a 1ª vez que percebeu mesmo á séria que ias, lá ficou a chorar quando lhe deste o teu abraço e beijo no aeroporto, e á noite em casa estava mesmo aborrecido e só me dizia quero o pai quero o pai.

Os outros dois claro, já estão mais habituados, além que a idade também já é outra!

Ontem á noite foi uma festa quando te viram no skype, então o pequeno ficou doido, grita e pula e parece que nem está a olhar para ti, pois quer é que tu olhes para ele {#emotions_dlg.happy}

 

Para mim o pior é quando tudo vai dormir, e eu fico ainda mais um pouco, isso aí é que é complicado, custa estar sózinha...enfim..já não falta tudo para voltares!

Para Ti

 

 Imagem retirada da Internet

 


PARA TI

Para ti tenho tudo o que quiseres:
Uma harpa com cordas de cristal
Que só o vento sul pode tocar,
Um nome antigo que nunca ninguém disse
E um vinho em movimento circular.

Um planeta ainda por descobrir,
Que entrevejo nas noites mais vazias.
Uma aurora boreal petrificada
À tua porta, um canto de embalar
E um gesto louco a emergir do nada.

Tenho um comboio de madeira, uma cidade
Verde, verde, aberta e revoltada.
Uma sombra que desmaia no passeio,
As cores que ninguém vê no arco-íris
E um diamante com um coração no meio.

Tenho um segredo feito de marfim,
Uma batalha que ninguém perdeu,
O segmento de recta onde amanheces.
E uns olhos onde podes encontrar
O que não disse, para que o quisesses.

(Mário Domingos, in O Despertar dos Verbos)


Aí....

Já me está a dar aquele friozinho na barriga...ainda não foste e já estou a pensar que vou morrer de saudades tuas....que ansiedade

 

Eu sei que tem que ser e até passa depressa, mas o que hei-de fazer se me sinto assim...????

'DESPERTA-ME DE NOITE O TEU DESEJO...'

 

 

Óleo sobre tela: The Passion, de Richard Young

 

 

'DESPERTA-ME DE NOITE O TEU DESEJO...'


Desperta-me de noite
O teu desejo
Na vaga dos teus dedos
Com que vergas
O sono em que me deito

É rede a tua língua
Em sua teia
É vício as palavras
Com que falas

A trégua
A entrega
O disfarce

E lembras os meus ombros
Docemente
Na dobra do lençol que desfazes

Desperta-me de noite
Com o teu corpo
Tiras-me do sono
Onde resvalo

E eu pouco a pouco
Vou repelindo a noite
E tu dentro de mim
Vai descobrindo vales.

(MARIA TERESA HORTA)

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D